quarta-feira, 11 de novembro de 2009

PAIS QUE MATAM SEUS FILHOS .:: Por Pr. Ton ::.

Com uma freqüência cada vez maior ouvimos e vemos nos noticiários, sobre pais que matam seus filhos e vice e versa. Isso até nos aponta o fim dos tempos.
Mas essa realidade não está tão distante de nós, pois vemos inclusive dentro da própria igreja pais que matam seus filhos. Sim!!! Isso mesmo! Matam espiritualmente seus filhos.
Os exemplos na bíblia de pais que erraram na educação de seus filhos são muitos e o fim sempre foi terrível. E isso nos serve como alerta de Deus para não cometermos os mesmos erros.

Um dos casos mais desastrosos e que mais me chama a atenção é o do sacerdote Eli, um dos maiores sacerdotes da historia, aliás, ele não só era sacerdote, mas era também juiz, mas teve sua carreira e ministério “detonados” pelo fato de não ter tido sabedoria ao educar seus filhos Hofni e Finéias.
Em I Samuel 2:12 fala que os filhos de Eli não conheciam a Deus, eram filhos do deus Belial ou Baal. Eli, o sacerdote, pode ter levado muitos a conhecer a Deus, mas esqueceu dos seus próprios filhos Hofni e Finéias.


Esses dois não tinham limites! Roubavam as ofertas do povo de Israel, praticavam atos ilícitos no templo, até que iraram ao Senhor pelo “grande pecado” que eles cometiam e morreram ambos no mesmo dia.

Será que Deus matou Hofni e Finéias?
NÃO!!! Eli matou Hofni e Finéias!!!

Em I Samuel 2:29, fala que Eli amava mais aos filhos que a Deus, isso levou Eli a matar seus filhos.

Eli matou seus filhos quando não os disciplinou, quando não orou e leu a Bíblia em sua casa, quando assistia e permitia que seus filhos assistissem filmes da Disney e da Marvel, quando deixou seus filhos serem criados pela TV, quando comprou jogos e DVD´s piratas para os seus filhos, quando não teve tempo para brincar com eles, quando não os ensinou limites ou simplesmente quando deixou seus filhos correndo soltos na hora do culto. Eli devia ser um homem ocupado demais para ensinar seus filhos sobre Deus e o que ele mais temia aconteceu. Ele perdeu seus filhos.

Eli mostra o quanto era religioso quando errou gravemente com seus próprios filhos, mas soube tão bem ensinar Samuel seu discípulo, entregue ao sacerdote pela mãe, Ana, aos 8 anos de idade.
Isso nos mostra o poder da cobertura espiritual. Ana, mãe de Samuel, cobria seu filho com uma estola sacerdotal, como fala em I Samuel 2:18-19, o que simboliza a própria cobertura espiritual que livrou Samuel da influência dos filhos de Eli e do mundo. A cobertura espiritual de Ana, uma mulher que provou amar mais a Deus que ao filho, preservou seu filho Samuel do inferno e o levou a ser um grande homem de Deus.


video

1 comentários:

osmarina disse...

"Pais matam seus filhos..."

Concordo plenamente com a palavra do Pr. Ton. Atualmente há muitos pais matando "espiritualmente" aos seus filhos. Sim!!!!!!Quando deixam de alimentá-los com a Bendita Palavra do Senhor! Morrem de fome: Fome da Palavra, do amor divino nela encontrado, da paz, da mudança de vida, da fé, da unção do E.S. enfim, da salvação.(Miss. Osmarina).