quinta-feira, 29 de abril de 2010

TOLERÂNCIA DE LÓ .:Por Pra. Tie

Gostaria de apresentá-los um personagem bíblico chamado Ló.
Ló, era sobrinho de Abraão, um rapaz que veio de uma família que pertencia ao povo de Deus, que conhecia os princípios de Deus.Vemos em Ló, um exemplo de um Pai de família que fez escolhas erradas em sua vida, que amou mais ao mundo que a Deus, e que como sacerdote errou muito expondo suas filhas e que acabou perdendo sua família. Vemos ainda, um triste fim nesta história, onde sua descendência se tornou inimigo do povo de Deus – Israel.

Muitas vezes, como pais, cometemos alguns erros em nossas escolhas, e acabamos expondo nossos filhos a Satanás, entregando-os à cultura do mundo, mesmo que parecendo ser por uma boa causa. Mesmo na igreja, há pais que entregam seus filhos às paixões mundanas como se fosse algo natural. Precisamos discernir as coisas espiritualmente, pois temos um inimigo astuto que nos enlaça de forma sutil. Cuidado pais, não exponham seus filhos às festas pagãs, como festas junina, à alguns tipos de “esportes” como artes marciais (prostração aos mortos - necromancia), e até mesmo à mídia.

O diabo investe muito nas crianças, principalmente na área sexual, uma área que pode marcar um ser humano para o resto de sua vida. O diabo conhece o potencial que há nestes pequeninos. A mídia tem bombardeado nossos filhos com sensualidade, promiscuidade, prostituição e violência.
Temos um Deus que é um Deus que trabalha com as gerações, e o diabo sabendo disto, quer corromper nossas crianças, entrando em nossos lares e deturpando princípios bíblicos que Deus nos ordena passar às gerações seguintes.
Ló não soube discernir a voz de Deus, não buscou a Deus em suas escolhas e comprometeu toda a sua descendência. Ló ofereceu suas filhas como prostitutas aos homens de Sodoma. Com tudo isto que Ló semeou na educação de suas filhas, sua descendência, que foi gerada a partir de um incesto provocado por suas próprias filhas já corrompidas pelo convívio com os habitantes de Sodoma, foi amaldiçoada.

"O convívio achegado dessas moças com os ímpios habitantes de Sodoma, tolerado por seu pai, fê-las adotar baixos padrões morais de conduta. Por ló ser indulgente com a impiedade, ele perdeu a família e teve uma descendência ímpia. Ló tornou-se um exemplo de pai crente, cuja fé e perseverança bastaram para ele se salvar, mas não para salvar a sua família. Aprendeu, tarde demais, que o verdadeiro caminho da fé é ensinar nossa família a separar-se do mal, e não amar o mundo (1 Jo 2.15,17)." (Bíblia de Estudo Pentecostal).
Como pais, devemos nos posicionar contra o que o diabo nos oferece através do mundo, assim teremos filhos posicionados que não aceitam os manjares que Satanás oferece. Ainda que na escola os professores condicionem as notas aos cumprimentos destes rituais pagãos, teremos filhos que saberão discernir e não aceitarão as propostas de Satanás.



Ló errou ao escolher o lugar onde iria morar (Gênesis 13); Ló errou ao expor suas filhas à cultura pagã (Gênesis 19:1-29); Ló errou ao embebedar-se (Gênesis 19:30-38)

Exemplos:
Pais que erram ao escolher o lugar onde devem morar; Pais que erram ao escolher quais filmes assistir com a família; Pais que erram ao tolerar amizades corrompidas; Pais que erram ao deixar os filhos participarem de festas pagãs na escola, por valer nota; Pais que erram ao aceitar musicas e livros mundanos em suas casas; Pais que erram ao ignorar relacionamentos de namoro dos filhos fora do tempo...

Não sejamos como Ló, mas sejamos pais que assumem suas responsabilidades como sacerdotes e educadores em nosso lar, ainda que nossos filhos já sejam adolescentes!!

3 comentários:

Dayse disse...

Mais uma "lapada"... é verdade!!! Quantas responsabilidades temos em relação aos nossos filhos... não podemos nos eximir de nenhuma delas. Hoje a grande dificuldade que tenho encontrado é em relação à escola. Não toleramos alguns desenhos em casa, mas sei que na escola ele vê alguns. Um dia desses ele estava imitando o mesmo gesto do Ben 10... isso me irritou... mas entendi que o colégio não é responsável pela formação do meu filho. Peço a Deus sabedoria para ensinar meu filho NO CAMINHO que ele deve andar para não se desviar, mesmo com tanta coisa "atrativa" que o mundo venha oferecer, meu filho venha entender que o melhor é estar na presença de Deus, e essa tarefa é minha!!!

Anônimo disse...

Eu não quero ser como Lo!!!! A imortância dada a esse assunto precisa ser muito, muito difundida para que pais não sejam dominados por esse manto do inferno da procrastinação: (depois eu educo!)
A hora é agora!!!!

Jether

Beatriz disse...

Eita!

que "lapada" mesmo...

Ló errou feio!,nao quero ser como ele...

tomar atitudes corretas,e educar com amor é muito importante...quando mais cedo mehor!

Como adolescente sei muito bem,como é importante obederçer aos pais,isso só faz eu crescer cada vez mais...

Paz