quinta-feira, 29 de abril de 2010

VOCÊ VAI CONTINUAR DE OLHOS FECHADOS? .: Por Michelle Lucena


Jesus colocou os pequeninos numa posição privilegiada ao afirmar que o reino de Deus “pertencia” a elas (Mt 18:1-4). Isto mostra o valor e amor que Deus tem por cada um deles, no entanto, nós como autoridades, acabamos deixando essas crianças expostas ao cumprimento dos planos de Satanás que é destruí-las enquanto ainda são crianças, para se tornarem adultos problemáticos.


O diabo é sujo e sabe exatamente o que quer, e o que ele quer é “tragar” nossas crianças, e quando ele não consegue isso ainda no ventre das mães, fazendo com que cometam aborto, ele usa outras estratégias que não são mais novidades, tais como abuso sexual, abandono, pedofilia e todo tipo de violência infantil para transformar nossos pequeninhos em crianças frustradas, sem esperança, com medo e com o caráter deturpado.



Há quatro tipos básicos de abuso no caso de crianças: o abuso físico, a negligência, o emocional e o abuso sexual. É considerado abuso qualquer ato que não seja acidental e que prejudique ou ameace prejudicar a saúde física ou mental e o bem-estar da criança.


O que nós estamos fazendo por nossas crianças, e até quando o diabo vai continuar tocando nelas e nós achando tudo tão normal?


Não se engane a maioria das crianças são abusadas por pessoas conhecidas e de confiança!

Alguns sinais de alerta devem ser levados em consideração, para “desconfiar” que uma criança foi abusada, tais como :



  • Comportamento autodestrutivo ou

    agressivo
  • Fraturas, feridas, contusões inexplicadas ou explicações improváveis para o estágio de desenvolvimento da criança
  • Depressão, passividade
  • Comportamento hiperativo ou demolidor
  • Conduta sexualizada ou conhecimento precoce de comportamento sexual explícito; pseudo-maturidade
  • Fugas, conduta promíscua
  • Uso de álcool ou drogas, desordem alimentar
  • Isolamento da criança em relação à família




As estatísticas mostram que as pessoas se convertem, cerca de 4% na faixa etária acima de 30 anos, 11% entre 15 à 30 anos e 85% de 0 à 15 anos. Essa é mais uma explicação que responde o porquê da sede do diabo pelas crianças. Esse é um dos motivos pelo qual ele usa de artilharia pesada para bombardear a mente através de pornografia, e o coração com violência domestica, dessas preciosas crianças.


As crianças são indefesas, e precisam de proteção, e Deus chama cada um de nós para protegemos estes pequeninhos. Em João 21:15 Jesus deixa bem claro: “ E, depois de terem jantado, disse Jesus a Simão Pedro: Simão, filho de Jonas, amas-me mais do que estes? E ele respondeu: Sim, Senhor, tu sabes que te amo. Disse-lhe: Apascenta os meus cordeiros” , se você fala que ama a Deus e não cuida dos seus cordeiros, você está mentindo.


É tempo de parar para refletir que elas não são brinquedos, mas pessoas, indivíduos criados a imagem e semelhança de Deus e merecem respeito, amor, dedicação e proteção.


Você é um agende de mudança e transformação desta nação, e como sacerdote pode influenciar e mudar este quadro que temos visto. Deus quer te usar como sacerdote, como servo e intercessor para cobrir e investir nesta nova geração, e veremos crianças que se tornarão adultos sarados, transformadores, que fazem diferença nesta Terra e que implantam o Reino de Deus!



2 comentários:

Dayse disse...

Nossos filhos necessitam de proteção, de cobertura. É fato que muitos de nós fechamos os olhos diante de alguns desses sintomas... o abuso, de todas as formas é anormal e prejudicial... ainda mais quando se é criança... alguns adultos feridos, amargurados, problemáticos, homossexuais, pedofilos e estrupadores de hoje um dia foram uma criança abusada, não protegida e não cuidada. Além de ser uma questão espiritual, esse assunto deve ser tratado como um dos maiores problemas sociais que enfrentamos hoje. Como a Michele disse, precisamos estar atentos!!!

Beatriz disse...

É verdade,elas mereçem mto amor,carinho,proteçao,cobertura e muito mais!!!

Que Deus nos use como canudinhos para trasformar e derramar muito mais dele na vida de cada pequenino...

Paz